Doutor Esportista

Meditação e a saúde mental

Hoje li uma notícia que o interesse por meditação aumentou em 4.000% . No Google, a pergunta “como fazer meditação para ansiedade” cresceu 4.000% em relação ao ano passado.  

Diante do isolamento social, do estresse pelas notícias que estamos sendo bombardeados  e da incerteza pelas mudanças, muitas pessoas estão procurando formas de se acalmar. 

Como praticante de meditação há 7 anos, vejo que este hábito me ajudou muito a melhorar minhas relações, meu trabalho e a passar pela pandemia sem grandes oscilações emocionais.

Então vou dar algumas dicas para quem quiser começar a meditar. 

1 – Sente-se de forma confortável,  em um local calmo, de preferência pela manhã antes dos outros acordarem ou na parte da noite,  quando todos já foram dormir.  

A posição não precisa ser a de Lótus, a tradicional com pernas dobradas, pode ser sentado em cadeira com a coluna ereta. 

2 – 1ª parte: tente acalmar os pensamentos. Geralmente penso nos meus objetivos diários e objetivos que desejo para minha vida. Se estou com problemas, lembro que estes são passageiros e que outros estão com o mesmo problema e, até, às vezes, pior que os meus. 

3 – 2ª parte: foco na respiração. Observo o ar entrando e saindo do nariz. Entra frio e seco, sai quente e úmido. Se algum pensamento surge, não sigo a linha do pensamento. Apenas volto para observar a respiração.  

4 – 3ª parte: por fim, agradeça por ter sentado e parado alguns minutos. Sugiro começar com 5 a 10 minutos.  

Existem muitos aplicativos e podcasts que guiam a meditação. Gosto do vídeo do Lama Padma Samten: “Para começar a meditar”. E o podcast do Lama Michel Rinpoche: “Como e porquê meditar”.

E que estas orientações possam beneficiar muitas seres 🙏!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *