Doutor Esportista

  • 17 3305.0030 | 3305.0035
  • guntersss@gmail.com

Lesões de ligamentos e menisco no joelho: dão para tratar sem operar?

Ano passado, realizei um formulário com questões sobre lesões no Jiu-Jitsu. A conclusão foi que a lesão que mais leva à cirurgia é a lesão no joelho. Mas, no consultório, a causa mais comum de lesões no joelho ainda é pelo futebol. Tanto lesões de ligamentos como de meniscos.  

Primeiramente, vou explicar a anatomia do joelho. Ele tem três ossos: fêmur, tíbia e patela. Esses ossos são estabilizados por quatro ligamentos: dois cruzados, anterior e posterior. E dois laterais, um lateral (lado de fora) e um medial (lado de dentro). E existem dois meniscos: um lateral e um medial. Existem também tendões e a cartilagem que recobre o osso.  

Na minha experiência, as duas estruturas que mais machucam são o ligamento cruzado anterior e o menisco medial. E geralmente essas duas lesões necessitam de cirurgia.  

Mas nada é muito exato. Nos meus 23 anos de trabalho como médico e 24 como lutador, já atendi muitos atletas e criei uma sequência para tratamento. Existem lesões que não precisam ser operadas. Por isso, é muito importante a experiência do médico que vai lhe atender.  

Normalmente, as principais causas de lesões são a entorse do joelho com o pé preso. Tanto no futebol, quanto no Jiu-Jitsu. Os sintomas são dor e joelho inchado. Se ele inchar, a chance de ter machucado o menisco ou os ligamentos é 70%. Ou seja, o tratamento inicial é sempre repouso, gelo e, se inchar, procurar um ortopedista.  

O exame correto para avaliar é a ressonância magnética. O Raio-X inicial pode ser realizado, mas serve apenas para ver se teve fratura, que é muito incomum. As fraturas são mais comuns em acidentes de moto. 

Uma coisa comum nestas lesões é que, com um a três meses o joelho fica sem dor, daí, se não for diagnosticado, a pessoa acha que está tudo bem e volta a treinar e machuca novamente, muitas vezes piorando a lesão. Por isso, é muito importante a avaliação no primeiro episódio.  

Como já disse, tenho uma larga experiência com lesões de joelho e lutadores e jogadores (já trabalhei no Rio Preto Sport Club) e vejo que, na grande maioria, estas lesões – se tratadas corretamente – o retorno ao Jiu-Jitsu e ao futebol é quase 100% . 

Escuto muita bobagem sobre orientações pós-lesões e a pior é que não dá pra treinar mais. Posso afirmar, com certeza, que você só não voltará a treinar e lutar se não quiser, ainda mais se for bem tratado por alguém que entenda do assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *